Menu

Estádio Olímpico de Baku – A pérola do Azerbaijão

Construído seguindo todos os regimentos e padrões internacionais da UEFA – a União das Associações de Futebol da Europa, e a FIFA, a maior autoridade futebolística do mundo, o Estádio Olímpico de Baku é um dos grandes empreendimentos realizados recentemente no Azerbaijão de forma a promover o esporte e estimular a economia no país. De longe, este é o maior estádio de futebol do país e um dos maiores também entre seus países vizinhos.

Formato do estádio e características gerais

O Estádio Nacional de Baku é feito em forma de tigela com assentos que passam pela arena. Isso corresponde à maioria dos estádios modernos, que decidiram fugir do “estilo inglês” mais típico – ficar em cada borda do campo. Existem três níveis no estádio, exceto para os dois lados do campo, onde existe um quarto nível.

Quanto custam os ingressos para este estádio?

Como sempre acontece com as seleções, os preços dos ingressos variam de acordo com o time contra o qual os anfitriões se enfrentam e a competição para a qual a partida se destina. Por exemplo, um jogo amistoso contra a Inglaterra será menos popular e muito mais barato do que uma partida de qualificação para a Copa do Mundo contra uma equipe como a Armênia e os rivais internacionais do Azerbaijão.

Como conseguir ingressos para ver os jogos do time da casa, o Qarabag FK?

Normalmente, você pode comprar ingressos no próprio estádio ou através do site do clube. Lembre-se, no entanto, que muitas vezes os clubes não têm controle de ingressos quando se trata de competições como a Liga dos Campeões da UEFA.

Como chegar ao Estádio Olímpico de Baku?

A República do Azerbaijão está localizada entre a Europa e do sudoeste da Ásia. Em outras palavras, é um local fácil de chegar para quem está viajando a Europa ou seus arredores, além de seu país sede ter uma cultura incrivelmente rica e interessante. Aqui estão alguns dos métodos que você pode considerar usar em sua viagem a Baku.

Estacione seu carro dentro do Estádio

Há vagas de estacionamento para mais de 3.000 carros, embora algumas dessas vagas sejam reservadas para VIPs. Uma vez que existe uma «Zona Verde» em torno do próprio terreno, recomendamos estacionar no centro de Baku e chegar ao estádio através de transportes públicos.

Hotéis no Estádio Nacional de Baku

Como capital do Azerbaijão, é justo presumir que haja vários hotéis na cidade. Aqui estão alguns dos hotéis mais famosos:

O Opera Hotel tem um restaurante e lounge, bem como uma academia que oferece serviços de spa. Existe um centro de conferências e acesso Wi-Fi gratuito para todos os hóspedes. No entanto, há apenas 28 quartos aqui, então é provável que você tenha uma experiência boa e personalizada.

O Astoria é um dos mais recomendados. O hotel possui quatro restaurantes, duas piscinas (uma coberta e outra externa), um centro de fitness, um spa de serviço completo e um centro de conferências. Também na tarifa do quarto inclui Wi-Fi grátis, estacionamento grátis e pequeno-almoço «buffet».

Keykab Khanim Safaralieva. O nome é tão estranho quanto o local. E às vezes, quando você está em um lugar estranho, você só precisa de um ambiente que você conheça e entenda. É aqui que as cadeias de hotéis se destacam, e o membro do Holiday Inn Baku tem spa, piscina coberta, academia, restaurante e lounge, terraço e Wi-Fi gratuito.

Bares e pubs perto do Estádio Nacional de Baku

Baku é uma estranha mistura de áreas tradicionais da cidade, combinadas com lugares mais ricos que atendem a quem ganha dinheiro com o petróleo do país. Por isso, existe uma verdadeira combinação de bares e restaurantes que pode visitar.

Sobre as instalações do estádio

Dado que este é o maior estádio do país e um dos mais novos em qualquer lugar no momento da escrita. Seria justo supor que o equipamento é impressionante em todas as direções. Você não ficará desapontado com sua visita, por assim dizer.

Existem vários camarotes no estádio que são ideais para todas as suas necessidades de hospitalidade. O site foi construído especificamente para atender aos requisitos da UEFA, FIFA e IAAF. Se há algo que sabemos sobre essas organizações, é que elas gostam de seus benefícios, então espere que os serviços aqui sejam incomparáveis.

Além de camarotes, que estão disponíveis para pequenas reuniões, etc., o estádio também possui uma sala de conferências. Como o nome sugere, é projetado especificamente para conferências e outros eventos importantes.

História do Estádio Olímpico de Baku

A cerimônia ou festa de fundação do local aconteceu no ano de 2011 e coincidiu em ser no mesmo ano do centenário da presença do futebol no território nacional do Azerbaijão. Estavam todas as personalidades públicas, políticos e gente importante possíveis nesta inauguração. Inclusive, o poderoso chefão da Fifa à época, Joseph Blatter, disse que o local era super bonito, elogiou o empreendimento, e enfatizou o fato de o estádio ter uma capacidade incrível de 60 mil pessoas, em particular, contrastando com o mau desempenho do país no esporte.

Ainda que o local tenha sido inaugurado em 2011, o estádio começou a ser construído 1 ano depois. Mas tudo certo, nos jogos europeus de 2015 o estádio já tinha ficado prontinho e foi um dos maiores projetos já realizados pelo Azerbaijão no setor de esportes e empreendimentos deste tipo.

São incríveis 617 mil metros quadrados, com mais de 68 mil pessoas que podem ser acomodadas neste espaço, com seis níveis de arquibancadas e camarotes. Além de ter trazido benefícios ao esporte do país, o estádio também aqueceu a economia local e atraiu investimentos estrangeiros, com vários hotéis e restaurantes abrindo junto com o estádio e uma grande área verde sendo explorada turisticamente.

O estádio ainda conta com 127 lugares em camarotes VIP, com capacidade para 720 espectadores, área interna total de 25.200 m² e estacionamento total de 3.078 carros. É realmente um lugar super luxuoso e incrível, que vem sendo usado não somente para jogos de futebol internacionais e nacionais, como para outros esportes, eventos culturais, shows, apresentações e todo o tipo de atrações.