Menu

    Números de Gabigol em jogos oficiais

    Números de Gabigol

    Compilado dos números de Gabigol atuando em jogos oficiais por Flamengo, Santos e Internazionale: estatísticas de total de gols, jogos e assistências. Autor dos dois gols que deram o título da Libertadores para o Flamengo, Gabriel Barbosa já tem mais de 50 gols pelo rubro-negro

    Gabigol - números

    Pelo Santos:

    Gabriel Barbosa (ou Gabigol) estreou profissionalmente atuando pelo Santos, na temporada de 2013. Num momento em que a equipe se despedida de Neymar, o jovem Gabriel viria a estrear em jogos oficiais na última partida do craque que partia para Barcelona, em um jogo terminado em 0x0 diante do Flamengo, pelo Brasileirão. Inicialmente, em seu ano de estreia, os números de Gabibol foram modestos: 13 jogos oficiais, dois gols e duas assistências. A utilização de um código promocional Rivalo para apostar no Gabigol teria sido ambiciosa.

    Logo depois, em sua segunda temporada, Gabigol viria a se firmar em definitivo como titular do Peixe. Em 2014, o atacante disputou 56 jogos oficiais do Santos, tendo sido o quarto atleta santista com mais aparições no ano. No entanto, apesar de ter contribuído com 7 gols e 2 assistências, os números de Gabigol no Campeonato Paulista não foram suficientes para levar sua equipe ao título: em uma decisão por pênaltis, o Santos acabou perdendo a final para o Ituano. No total da temporada de 2014, Gabigol acumulou 21 gols em 10 assistências em seus 56 jogos disputados. Também naquela temporada, o atacante viria a conquistar sua primeira artilharia da Copa do Brasil, com 6 gols marcados.

    Primeiro título e transferência para a Europa

    Posteriormente, em 2015, Gabigol viria a conquistar seu primeiro título como profissional ao ajudar o Santos a conquistar o título paulista, tendo marcado 3 gols em 12 jogos pela competição. O ano acabaria ficando marcado, no entanto, pela amarga perda da Copa do Brasil para o Palmeiras, outra vez nos pênaltis, como havia sido no estadual do ano anterior. O centrovante, no entanto, alcançava ali sua segunda artilharia do torneio, com 8 gols marcados. No ano seguinte, em 2016, o bi-campeonato estadual pelo Santos viria com uma contribuição de 7 gols em 17 jogos na campanha do título. Finalmente, em agosto daquele ano, Gabriel acabaria se transferindo para o futebol europeu, comprado pela Inter de Milão.

    No futebol europeu, no entanto, Gabigol não conseguiu repetir os bons números e atuações que havia tido no futebol brasileiro. Pelo time de Milão, marcou apenas um gol em 10 jogos. Posteriormente, emprestado ao Benfica, foram apenas cinco jogos oficiais, com um gol marcado. Dessa forma, resumiria sua passagem no futebol europeu a dois gols em 15 jogos. Finalmente, no início de 2018, voltaria ao Santos, por empréstimo.

    2018: último brilho pelo Santos

    Em sua última temporada pelo Santos, Gabigol voltaria a ter bons números. Imediatamente após o retorno ao time, o centroavante marcou um gol em cada uma das primeiras quatro partidas que disputou pelo Campeonato Paulista. O bom ritmo inicial, entretanto, acabaria não sendo mantido no restante da competição e o centroavante não voltaria a marcar nos quatros jogos finais da competição, da qual sua equipe seria eliminada nas semi-finais, pelo Palmeiras. Entretanto, no segundo semestre, Gabigol voltaria ter ótimo desempenho no Campeonato Brasileiro, encerrrando a competição como o artilheiro, com 18 gols.

     

    Pelo Flamengo:

    Gabigol chegou ao Flamengo no início de 2019 como grande aposta para o setor ofensivo da equipe e não decepcionou: imediamente adaptado ao time, marcou 43 gols em 59 jogos da equipe no ano, além de 12 assistências. Além disso, o atacante foi o artilheiro do time no Campeonato Brasileiro, tendo marcado 25 gols em 29 jogos na campanha do título. O grande momento do centroavante, no entanto, viria na LibertadoresGabigol marcou os dois gols da histórica virada do Flamengo sobre o River Plate na decisão do torneio. O atacante encerraria o ano com as seguintes conquistas:

    • estadual
    • brasileiro e artilheiro da competição
    • da Libertadores e artilheiro da competição
    • eleito melhor jogador das Américas pelo Jornal “El país”
    • Troféu Bola de Ouro como melhor jogador do Brasileirão
    • Prêmio Arthur Friedenreich, como jogador com mais gols na temporada brasileira (43)

    – VEJA TAMBÉM:

    Os números de Gabigol tiveram como fontes: footstats.net, ogol.com.br, transfermarkt.com e soccerway.com