Menu

    Arena da Amazônia

    Clube: Nacional FC

    Inauguração: 2014

    Capacidade: 44.300

    Descrição e história do estádio

    A Arena da Amazônia foi construída para servir como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. Com a sua construção, a nova arena substituiu o antigo Vivaldão, que era o principal estádio da cidade de Manaus – e do Estado do Amazonas – até então. Por isso, preservou, em parte, o nome oficial do antigo estádio, já que seu nome oficial é Arena Vivaldo Palma Lima.

     

    A demolição do Vivaldão começou em março de 2010, e no início de 2011 teve início a construção do novo estádio no mesmo local. A Arena da Amazônia estava inicialmente planejada para ser concluída no início de 2013, mas vários atrasos postergaram a sua inauguração para o início de 2014.

     

    O estádio foi projetado pelo escritório de arquitetura alemão Gerkan, Marg and Partners, tendo como inspiração a floresta amazônica, que cerca a cidade de Manaus. Sua estrutura externa metálica foi desenhada com a intenção para lembrar as cestas de palha produzidas na região.

     

    Construído pela Andrade Gutierrez, a Arena da Amazônia também apresenta diversos recursos voltados ​​à sustentabilidade. A estrutura de aço de sua cobertura foi projetada para servir como uma grande calha que drena as águas das chuvas tropicais. O revestimento da cobertura reflete a radiação térmica e, portanto, tem um efeito de resfriamento. Já as aberturas na cobertura e na fachada estimulam a ventilação.

    A Arena da Amazônia abriu oficialmente no dia 9 de março de 2014, com uma partida entre um clube local, o Nacional do Amazonas, e o Remo (do vizinho Pará), pela Copa Verde. A partida terminou empatada em 2 a 2. O primeiro gol do novo estádio foi marcado pelo zagueiro Max, do Remo, aos 32 minutos do primeiro tempo. O maior público, até o momento, foi de 44.896 torcedores, pela final da Série D do Campeonato Brasileiro de 2019, entre o Manaus e o Brusque (de Santa Catarina). O time catarinense acabou vencendo nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal, e sagrou-se campeão. No entanto, o Manaus também foi promovido para a Série C.

     

    Durante a Copa do Mundo de 2014, a Arena da Amazônia sediou quatro partidas da fase de grupos, incluindo jogos envolvendo as seleções da Itália, Inglaterra e Portugal. A prevalência de partidas envolvendo seleções europeias foi alvo de brincadeiras e polêmica durante a Copa, devido ao clima quente e úmido característico da cidade de Manaus. Antes mesmo do torneio dos grupos, o técnico da Inglaterra, Roy Hodgson, criticou a localização do estádio, dizendo que o calor extremo de Manaus dificultaria a vida dos jogadores. Mais tarde, a Inglaterra acabou sorteada para ter seu jogo de abertura, contra a Itália, em Manaus. A derrota para a seleção italiana, por 2 a 1, acabou tendo um sabor especial para a torcida local.

     

    Após a Copa do Mundo, o estádio se tornou a casa permanente do Nacional. Além do Nacional, outro clube da cidade, o Manaus, disputa algumas de suas partidas na Arena da Amazônia, quando espera receber públicos elevados. Apesar disso, o estádio tem sido considerado um “elefante branco”, após a Copa do Mundo, devido à pouca tradições dos clubes locais e à dificuldade de realizar partidas que efetivamente encham a Arena.

     

    Ainda assim, o estádio recebeu jogos dos torneios masculino e feminino, durante as Olimpíadas de 2016, e o jogo da Seleção Brasileira contra a Colômbia (2 a 1), pelas eliminatórias da Copa de 2018. Há, ainda, uma partida marcada pelas eliminatórias da Copa de 2022, contra o Paraguai, em outubro de 2021. O estádio também já recebeu muitas partidas da seleção feminina.

    Como chegar à Arena da Amazônia

    A Arena da Amazônia está localizada em direção ao norte da cidade, na estrada que liga o centro de Manaus ao seu aeroporto internacional. As distâncias do estádio para o centro da cidade e para o rio Amazonas são de pouco mais de 5km, enquanto o aeroporto fica 7km quilômetros mais ao norte da Arena.

     

    Para chegar à Arena da Amazônia, as opções mais indicadas são pegar um táxi ou Uber, ou pegar um dos muitos ônibus que sobem a Avenida Prof. Constantino Nery, do centro da cidade.

     

    Endereço: Avenida Constantino Nery 5001, Flores, Manaus.

    Comer, beber e dormir perto da Arena da Amazônia

    A Arena da Amazônia está localizada em uma das principais artérias de Manaus, em uma área que mistura outras instalações esportivas e de entretenimento, como o Sambódromo local, opções de varejo, indústria leve e alguns edifícios residenciais.

     

    Se você estiver procurando por algo rápido para comer, há a típica comida de beira de estrada, e o Amazonas Shopping Center (a 15 minutos a pé da Arena) tem boas opções de fast food. No geral, porém, a área é de pouco interesse turístico, e é melhor comer e beber no interessante centro de Manaus.

     

    Há alguns hotéis a uma curta caminhada do estádio. Tanto o Cesar Business Manaus quanto o Hotel Millennium são bem avaliados e estão a menos de 15 minutos a pé do estádio. Há, ainda, alguns hotéis no caminho para o centro e muitos mais no próprio centro de Manaus, onde fica também a maior parte da vida noturna de Manaus.

     

    Você pode, ainda, optar por algum resort no bairro nobre de Ponta Negra. Embora fique longe do estádio, a região inclui uma praia fluvial amazônica, alguns restaurantes e vida noturna, sendo uma opção agradável, apesar do custo mais alto.

    Ingressos para jogos do Nacional

    Os ingressos para os jogos do Nacional podem ser adquiridos na sede do clube, na Rua São Luiz 230 (cerca de 2km ao norte do centro da cidade), desde alguns dias antes da partida. Os ingressos também estão disponíveis nas bilheterias da Arena da Amazônia antes do início dos jogos. Espere pagar a partir de R$ 20 por um ingresso para um jogo normal.

     

    Note que o Nacional pode, às vezes, disputar partidas de menor demanda no Estádio Ismael Benigno, cuja capacidade é menor. Por isso, sempre é bom conferir antes o local das partidas.

    Links úteis

    Nacionalfc.com.br – Site oficial do Nacional Futebol Clube