As estatísticas da Libertadores 2019 antes das semis

 

As estatísticas da Libertadores 2019 antes das semis

 

A Libertadores 2019 está já na sua fase decisiva. Faltam quatro jogos para se conhecerem os dois finalistas da competição cuja final da temporada passada foi discutida entre River Plate e Boca Juniors. Desta feita, esse cenário não se vai repetir, dado que “Millo” e “Xeneize” vão estar frente a frente nas semis. A outra semi da competição coloca frente a frente outro dois emblemas da mesma nação, no caso, os brasileiros Flamengo e Grêmio. Vejamos, então, aquilo que tem sido a prova em números. 

Golos

No mundo das apostas de futebol com Betfair, a “linha” destinada a golos costuma se situar, regra geral, nos 2.5 golos. Nessa Libertadores 2019, ao cabo de 150 partidas, se registaram mais vezes menos de 2.5 (três): esse cenário que se verificou em 87 ocasiões (58 por cento dos desafios), contra 63 partidas (42 por cento) em que aconteceu o contrário, ou seja, houve mais de três gols. Ao todo, foram apontados 352 gols em 150 partidas, o que perfaz uma média de nada mais nada menos que 2,35 golos/jogo. Quanto ao “resultado tipo” – “placard” que mais vezes se verificou – também ficou abaixo dos tais três gols, com o 1-0 a ser o resultado mais comum, em um total de nada mais nada menos que 18 partidas. 

No que toca ao melhor ataque da competição, ainda que o time não esteja mais em prova, o Palmeiras é o líder com um total de 21 gols marcados. Não é de estranhar, portanto, que o “Verdão” também seja quem sai na frente no número de goleadas com um total de quatro. 

Em termos individuais, o maior destaque também veste a camisa do time Paulista. Gustavo Scarpa segue no topo da lista de artilherios da competição com seis gols apontados e é igualmente o jogador com mais participação em gols (gols/assistências), com um total de oito.

 

Já o estatuto de pior zaga pertence ao time boliviano do San José com um total de 19 tentos encaixados.
Fator casa importa
O fator casa é sempre um dado de grande relevo sobretudo no futebol sul-americano e o contexto de Libertadores não é exceção. Na prova continental de clubes mais importante da América do Sul, até a deslocação a um time sem aspirações à passagem poderá se tornar difícil por vários fatores.
Os dados estatísticos nos dizem que em 150 jogos nessa Libertadores 2019, se verificaram 75 vitórias dos times da casa, ou seja, em 50 por cento das ocasiões, os donos da casa levaram melhor. De resto, 40 desses 150 encontros terminaram empatados (27 por cento), ao passo que apenas em 35 ocasiões (23 por cento) foi o time forasteiro a levar os três pontos. Jogar como mandante continua a ser uma (grande) vantagem…

Semis em outubro
A semi entre River e Boca, reedição da decisão do ano passado, começa no Monumental Nuñez, ao passo que a volta vai ser disputada na Bombonera. Já o Grêmio inicia a eliminatória ante o Flamengo atuando em seus desígnios, viajando até ao Rio de Janeiro para a volta.








APOSTA ESPORTIVA