Menu

    Lujniki, Estádio Olimpico de Moscou

    Lujniki

    Clube: nenhum

    Inauguração: 1956

    Capacidade: 81.000

    Descrição e história do estádio

    Lujniki

    O Lujniki, localizado em Moscou, é o estádio nacional da Rússia. Construído entre 1955 e 1956, em pleno regime comunista, foi batizado originalmente como Estádio Central Lênin, em homenagem ao líder soviético. Sua construção expressou a ambição do governo soviético de melhorar suas instalações esportivas no pós-guerra. À época, a União Soviética vinha de uma participação de destaque nas Olimpíadas de 1952, na qual ficou atrás apenas dos Estados Unidos no quadro de medalhas.

    O Estádio Lujniki faz parte do Complexo Olímpico de Lujniki, cujas obras começaram em 1954, um ano antes da construção de seu estádio central. O estádio foi inaugurado oficialmente em 31 de julho de 1956, com um dia inteiro dedicado a exibições de atletismo e ginástica olímpica, além de um amistoso entre as seleções da União Soviética e da China. Desde sua inauguração, foi usado para práticas esportivas e eventos diversos, sendo propriedade do governo.

     

    Nas Olimpíadas de Moscou, em 1980, o Lujniki sediou as cerimônias de abertura e encerramento, além de competições de atletismo e equitação, e partidas de futebol.

     

    Em 1982, em uma partida da segunda rodada da Copa da UEFA, entre o Spartak Moscow e o HFC Haarlem, da Holanda, ocorreu uma tragédia que marcaria a história do Lujniki. Perto do final da partida, o fluxo intenso de pessoas deixando o estádio para chegar cedo ao metrô provocou quedas em meio à multidão. Como resultado do efeito dominó, centenas de pessoas foram esmagadas e 66 morreram.

     

    Nas décadas seguintes à sua inauguração, a capacidade do estádio variou, mas sempre ficou próxima dos 100 mil espectadores. Em 1996, após o fim da União Soviética, o estádio passou uma grande reforma, que incluiu a construção de uma cobertura para as arquibancadas e a reforma de diversas áreas. Com isso, a capacidade foi reduzida em cerca de 20%.

     

    Em 1999, o Lujniki recebeu a final da Copa da UEFA, entre Parma e Marselha (3 a 0). Em 2008, foi a vez de sediar a final da Liga dos Campeões, entre Manchester United e Chelsea (empate em 1 a 1 e vitória dos Red Devils nos pênaltis). O estádio também foi, por muitos anos, uma casa informal para o Spartak Moscow, até que eles se mudaram para a moderna Otkritie Arena em 2014.

     

    Com a escolha da Rússia como sede da Copa do Mundo de 2018, o Lujniki tornou-se candidato natural a receber a grande final. Para isso, dependia de uma reforma que o adequasse às exigências da FIFA e a um evento dessa magnitude. O estádio foi fechado em 2013 e passou, nos anos seguintes, por um intenso processo de modernização.

     

    A reforma do Lujniki incluiu a reconstrução completa das arquibancadas, às quais foi adicionado um segundo nível, a remoção das pistas de atletismo e a expansão da cobertura. Preservou-se, no entanto, a fachada do estádio. As obras foram concluídas em 2017, e no mesmo ano foi realizada uma partida de reinauguração, na qual a seleção local foi derrotada pela Argentina por 1 a 0.

     

    Na Copa de 2018, o Lujniki foi sede do jogo de abertura, em que a Rússia goleou a Arábia Saudira por 3 a 0, de outras três partidas da fase de grupos, de um jogo das oitavas de final, da semifinal entre Croácia e Inglaterra (2 a 1) e da final entre França e Croácia (título dos franceses com uma vitória por 4 a 2).

     

    Desde então, o Lujniki segue sendo utilizado para competições e exibições esportivas e artísticas diversas, incluindo jogos da seleção russa.

     

    Como chegar ao Estádio Lujniki

    O Lujniki fica dentro do Complexo Esportivo Lujniki, uma área que incluiu diversas instalações esportivas e parques à beira do rio Moscou, cerca de 6km a sudoeste do centro da cidade.

     

    O estádio está adjacente ao Terceiro Anel Viário de Moscou. Caso você pretenda visitá-lo de carro, partindo do centro da cidade, deve pegar a primeira saída após atravessar o rio Moscou, justamente na curva onde o estádio está localizado.

     

    É possível chegar ao Lujniki também pela linha 1 (vermelha) do metrô. As estações Sportivnaya e Vorob’yovy Gory ficam a uma curta distância do estádio, e o projeto pode ser feito a pé. A linha 1 está conectada diretamente ao centro de Moscou – a viagem das estações de Okhotny Ryad ou Biblioteka até o Lujniki demora menos de 10 minutos.

     

    Endereço: Luzhnetskaya naberezhnaya 24, Moscou.

     

    Comer, beber e dormir perto do Lujniki

    Por fazer parte do Complexo Esportivo de Lujniki, o estádio está cercado por outras instalações esportivas e amplas áreas verdes. A localização, à beira do rio Moscou, é ótima para um passeio em um dia quente. No entanto, caso você planeje comer ou beber, o melhor mesmo é ficar pelo centro de Moscou, já que as opções no local são muitos mais limitadas e o acesso a ele é rápido.

     

    Por outro lado, se você pretende fazer um pouco de turismo na área, há boas opções.  Logo ao lado do Lujniki fica o Convento Novodevichy. No lado oposto do rio Moscou, que pode ser atravessado a pé, fica o prédio da Universidade de Moscou, um dos marcos da cidade.

     

    Caso você queira dormir próximo ao Lujniki, há algumas boas opções de hotéis. Entre os mais procurados, estão o Yunost Hotel e o Blues Hotel. Um nível acima e muito bem localizado, está o Palace of gymnastics Irina Viner-Usmanova.

     

    Links úteis

    Moscow.ru – portal internacional de Moscou.

    Mosmetro.ru – Site oficial do metrô de Moscou.