Menu

    Lucas Moura – números por no futebol europeu

    Quais os números de Lucas Moura no futebol europeu?

    Números de Lucas Moura atuando por Tottenham e PSG em competições oficiais: estatísticas de total de jogos, gols e assistências

    PSG: o início na Europa

    Lucas Moura chegou à Europa após passagens de destaque nas Seleções Brasileiras de base e também pelo São Paulo. Atuando pelo Tricolor, o atacante marcou 33 gols em 128 oficiais, tendo participado da conquista da Sul-Americana de 2012, torneio no qual marcou gol no jogo decisivo. Ao fim daquele ano, portanto, Lucas acabaria se transferindo para o PSG, em uma venda que já havia sido acertada em agosto.

    Em 2012/2013, por fim, o atacante faria sua estreia no futebol europeu. Inicialmente, em sua temporada de estreia, Lucas disputaria 15 jogos de sua equipe, sem marcar gols. Em termos de conquistas, sua equipe garantiu o título da liga francesa, mas viria a acumular fracassos nos mata-matas da Liga dos Campeões, Copa da França e Copa da Liga Francesa – todas com eliminações nas quartas-de-final.

    Posteriormente, em 2013/2014, Lucas já alcançaria a condição de titular absoluto de sua equipe. Naquela temporada, o atacante disputou 53 dos 55 jogos oficiais de sua equipe (96%), contribuindo com 5 gols e 16 assistências. Apesar de sua equipe voltar a conquistar dois títulos nacionais (a Liga e Copa da Liga), novas eliminações voltariam a atormentar o clube de Paris. Na Copa da França, uma eliminação ainda na segunda fase, diante do Montpellier. Por sua vez, na Liga dos Campeões da UEFA, a equipe voltaria a cair nas quartas-de-final, dessa vez diante do Chelsea.

    Completo domínio doméstico, fracassos continentais

    Logo depois, na temporada 2014/15, Lucas e o PSG não dariam chances para os rivais locais, conquistando todos os títulos em âmbito doméstico: Liga Francesa, Copa da França, Copa da Liga e Supercopa da França. Por outro lado, o drama das eliminações nas quartas-de-final no âmbito europeu teria sequência, desta vez com a equipe caindo para o Barcelona. Ao fim de 2014/2015, os números de Lucas Moura totalizaria 46 jogos, com 8 gols e 7 assistências. 

    Na temporada seguinte, em 2015/16, quase uma reprise: Lucas e o PSG voltariam a conquistar os quatro títulos domésticos, mas voltariam a sofrer no torneio continental. Dessa vez, diante do Manchester City, a equipe parisiente viria a enfrentar sua quarta eliminação seguida na fase de quartas-de-final. A temporada, no entanto, marcaria a melhor marca individual de Lucas em termos de gols marcados no futebol europeu: 19 em 53 jogos.

    Posteriormente, em 2016/17, sua equipe viria a passar por dois marcantes fracassos. No âmbito doméstico, a equipe acabaria vendo o título ficar nas mãos do Monaco. Por sua vez, na Liga dos Campeões, Lucas e sua equipe acabariam perdendo a vaga nas quartas-de-final após vencer o jogo de ida por 4×0, tendo sofrido um incrível 6×1 no segundo jogo.

    Despedida da França e chegada à Inglaterra

    Por fim, em 2017/18, Lucas viria a ter seus últimos momentos no futebol francês. Dessa forma, o atacante acabaria disputando apenas a primeira metade da temporada, quando, enfim, saiu para defender o Tottenham. Ao fim de sua passagem pelo PSG, os número de Lucas Moura pelo PSG foram 229 jogos oficiais, com 46 gols e 44 assistências. Na segunda metade de 2017/18, portanto, o atacante estrearia no futebol inglês. Inicialmente, por ter chegado já na metade da temporada, o atacante brasileiro viria a disputar apenas 11 jogos por sua nova equipe, marcando um gol. Com boa campanha na Premier League, o Tottenham garantiu a terceira colocação e, dessa forma, vaga na Liga dos Campeões do ano sguinte.

    Finalmente, em 2018/19, Lucas Moura teria seu maior momento no futebol europeu: na fase de semi-finais da Liga dos Campeões, sua equipe havia sido derrotada em casa na partida de ida, por 1×0 diante do Ajax e, dessa forma, se via obrigada a vencer o jogo de volta. Como se o desafio já não fosse suficientemente espinhoso, Lucas e o Tottenham foram para o vestiário, no jogo da volta, perdendo por 2×0. Foi então que, de forma heróica, o brasileiro marcou três gols no segundo tempo e garantiu a vitória por 3×2, que levaria seu time à decisão do torneio europeu. O sonho do título, no entanto, acabaria não se realizando: na final, a equipe acabaria derrota por 1×0 pelo Liverpool.

     

     

    – VEJA TAMBÉM:

    Fontes: soccerway.com e transfermarkt.uk